Barra de vídeo

Loading...

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Hell House - A Casa Infernal, de Richard Matheson

Hell House - A Casa Infernal, de Richard Matheson

Após elaborar uma resenha sobre o livro A Assombração da Casa da Colina, de Shirley Jackson, resolvi  fazer o mesmo  com Hell House - A Casa Infernal, já que as duas obras seguem a mesma linha. É inevitável não notar  semelhanças na idéia  central,  já que em ambas há uma expedição a uma casa dita assombrada.  No entanto, os motivos  são  distintos. Enquanto  no  livro  de Shirley Jackson  um  doutor  leva pessoas  para estudar os  acontecimentos da casa e escrever um livro sobre isso, na obra de Matheson o propósito é muito mais cruel e audacioso: provar que existe vida após a morte.

Tudo começa quando um certo Sr. Deutsch, um velho milionário muito próximo da morte, resolve comprar a Mansão Belasco, que dizem ser o Monte Everest das casas mal-assombradas por quase ninguém conseguir sobreviver a uma estadia. Deutsch, querendo tranquilizar sua mente devido ao medo do desconhecido, resolve mandar três pessoas para passarem uma semana na mansão, de forma a provar a existência ou não de vida após a morte. Para isso, convoca, o Dr. Barrett, homem da ciência, cético, que tentará provar que não existem espíritos rondando o lugar; Florence Tanner, uma médium espiritualista; e Benjamim Franklyn Fischer, única pessoa que conseguiu sair viva da casa, após uma expedição ocorrida há mais de 30 anos. Os três, que receberão 100 mil dólares pelo serviço, mais Edith, esposa do Sr. Barrett, partem para a casa em busca das respostas que o milionário quer.

Posso dizer que essa obra de Richard Matheson já começa de tirar o fôlego. Desde o primeiro minuto em que os visitantes entram na casa, as manifestações acontecem, trazendo desespero, loucuras e intrigas. O cenário, por sua vez, é de uma riqueza de detalhes impressionante. Você se sente naquela casa sem janelas, sentindo a mesma sensação claustrofóbica que os visitantes sentem. Outro ponto positivo é que o autor não se atém aos detalhes. O foco é a trama e o terror, e não descrições desnecessárias que só cansam o leitor.

Vale destacar que, afora o cenário claustrofóbico e aterrorizante, temos excelentes embates entre o cientista, que tenta provar que as manifestações nada mais são que forças eletromagnéticas; e os dois médiuns, que afirmam com convicção que há espíritos malignos responsáveis por todas as ações.  As teorias de ambas as partes são altamente convincentes, o que faz com que o leitor não tome partido a favor de nenhuma delas. Posso dizer que é incrível a forma com que Matheson conduz as discussões.

Em relação aos personagens, eles são muito bem construídos. A personalidade de cada um é única. De tão claros e bem desenvolvidos, em dado momento já nos antecipamos e sabemos como cada um deles irá a reagir a uma indagação, provocação ou assombração.

Não preciso nem dizer que Hell House - A Casa Infernal honra o propósito. Nos dá terror, medo, tensão, teorias absurdamente convincentes, personalidades muito bem construídas, conhecimentos e muitas outras coisas. Em um cenário atual em que livros de terror realmente bons estão raros, eis que temos um, lançado na década de 70, finalmente traduzido e lançado em nossa língua, para limpar a alma de todos e nos mostrar que é possível sim achar um livro do gênero interessante. Só posso agradecer a Richard Matheson por me proporcionar essa excelente leitura e por ter escrito essa obra-prima do horror.

Nota: 9/10



Leia mais: http://bibliotecasombria.webnode.com.br/products/hell-house-a-casa-ifernal-de-richard-matheson/

Nenhum comentário:

Postar um comentário