Barra de vídeo

Loading...

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

7 Livros em que os animais são os verdadeiros protagonistas


maxresdefault (2)
Os animais não são capazes de contar suas histórias por meio de palavras, então alguns escritores ousaram usar sua imaginação para dar voz a esses seres. O mais incrível é que ao ler essas histórias descobrimos que temos muitas coisas em comum com outras espécies, e que não estamos tão distante quanto pensávamos de nossos irmãos, sejam eles mamíferos, répteis ou peixes.
A lista é pequena, mas decidi agrupar aqui livros que não trazem apenas uma observação descritiva sobre os animais, mas que contam histórias surpreendentes sobre essas criaturas. Nas narrativas abaixo podemos encontrar lições sobre alteridade, ou metáforas para atitudes e comportamento
s humanos.

1. Cujo (Cão raivoso)

cujo2b
Sabemos que umas das coisas que Stephen King faz com maestria é dar vida para qualquer coisa – e nos assustar mesmo assim. Cujo é a história de um São Bernardo que costumava ser um ótimo cachorro, até ser mordido por um morcego e contrair raiva. Depois disso ele se transforma em um ser realmente ameaçador.  Os problemas começam quando uma mãe e um filho que estão passando por uma complicada situação familiar acabam presos dentro de um carro, enquanto o cachorro espreita do lado de fora.

2. O cemitério

77065325_pet_72872b
Como foi dito, Stephen King realmente sabe dar vida a criaturas assustadoras, sejam elas sobrenaturais ou não. Neste romance acompanhamos a história do médico Louis Creed e de sua família, incluindo seu gato, Church.
Eles se mudam para uma casa nova, e logo descobrem que ao lado de sua propriedade existe um cemitério de animais. Em pouco tempo uma grande tensão começa a surgir, e Louis é tomado por um grande terror ao descobrir que o cemitério não é aquilo que parece, e que poderes ocultos relacionados à vida após a morte estão presentes ali. O livro é um dos mais populares entre os amantes de terror e chegou a inspirar uma música criada pela banda Ramones (Pet Sematary) e um filme.

3/4. O chamado selvagem + Caninos brancos

Lovely-A-White-Fang-Wolf-Download-Pics-For-Ipad
Jack London é um dos maiores escritores de língua inglesa, e de uma maneira muito consciente e poética soube transcrever duas incríveis aventuras sob o olhar de um cão. Em O chamado selvagem o autor narra a história de Buck, um cão doméstico que vivia tranquilamente até ser roubado e vendido pelo jardineiro da casa onde morava. Uma nova vida começa então para Buck, em que ele deve puxar trenós e trabalhar arduamente, em meio à escassez de alimento e à hostilidade dos outros cachorros. Aos poucos o cão vai se dando conta do instinto que ainda persiste nele e traça um caminho de volta a vida selvagem.
Já em Caninos Brancos a história segue o caminho reverso. Acompanhamos um lobo e seu processo de domesticação. Ambos os livros inspiraram Christopher McCandless, protagonista do filme Na natureza selvagem, em sua busca pela liberdade e retorno a natureza.

5. A vida de Pi

RICHARD-PARKER-PI

O romance de Yann Martel conta a história do garoto indiano Pi Patel, que cresceu rodeado pelos animais no zoológico que sua família administrava.  Em um determinado momento os pais de Pi decidem se mudar, e ele embarca em um navio com sua família e alguns dos animais, até que um acidente ocorre e o navio naufraga. Pi sobrevive mas se vê preso em um pequeno bote com uma hiena, um orangotango e um tigre – O incrível Richard Parker. Durante a narrativa acompanhamos a relação de angústia, luta e confiança entre um garoto e um tigre, que nos surpreende por sua determinação. O livro é recheado de metáforas, e uma das histórias mais belas já escritas sobre a conexão entre ser humano e animal.


6. A revolução dos bichos

maxresdefault

No clássico de George Orwell, acompanhamos a história dos animais de uma fazenda, que são muito mais conscientes e sensatos do que supomos. Na narrativa que pode ser descrita como uma fábula ou sátira, encontramos em cada um dos animais – cavalo, porco, cachorro, vaca – um setor da sociedade moderna. E é impossível não se emocionar, sentir revolta, ou encontrar coincidências com certas figuras históricas. O livro foi escrito durante a Segunda Guerra Mundial e continua sendo um dos livros mais importantes para entender a configuração da nossa sociedade, ao retratar de maneira tão crítica a manipulação e a dominação social.


7. Tubarão

maxresdefault (1)

O clássico filme Tubarão de 1975, dirigido por Steven Spielberg foi baseado no romance de Peter Benchley que em pouco tempo se tornou um best-seller. Nessa história de horror e suspense é possível observar a reação dos seres humanos diante de uma ameaça muito mais grandiosa e poderosa do que nossa tecnologia. A história fez tanto sucesso que redefiniu a forma como nós encaramos o oceano. O livro acabou contribuindo para a construção da imagem negativa sobre tubarões, mas por outro lado trouxe à tona o fascínio que temos por essas criaturas tão incríveis, mostrando que ainda temos muito para aprender sobre elas.
O autor, Peter Benchley, era tão fascinado por esses animais que se tornou um dos maiores ativistas contra a matança de tubarões.
Revisado por Juliana Skalski

Nenhum comentário:

Postar um comentário