Barra de vídeo

Loading...

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

A Ciência de Star Wars – Cibernética e Medicina

Em Star Wars, não vemos apenas seres biológicamente diferentes dos humanos ou viagens interplanetárias. Outra grande aplicação tecnológica é a integração entre próteses robóticas e humanos (Sem contar os robôs-cirurgiões).
Quando George Lucas decidiu inaugurar sua saga com dois droides viajando pelo espaço – no primeiro filme – ficou claro que robôs teriam um papel fundamental nesse universo. O que surpreende mais é ver como esses filmes perceberam a importância da cibernética para o futuro da nossa civilização, afinal, em 1980 isso era uma mera ficção quando Luke Skywalker ganhou sua prótese para substituir a mão que perdeu no clássico duelo com Darth Vader.
Atualmente, as chamadas conexões cérebro-máquina, que viabilizariam esse tipo de aplicação, não são apenas fantasias. Muitos pesquisadores espalhados pelo mundo – inclusive o brasileiro Miguel Nicolelis, da Universidade Duke nos Estados Unidos – trabalham em formas de conectar o cérebro humano a membros robóticos que funcionem tão bem quanto o original.
Claramente, sabemos também, que a realidade é muito diferente da qual vimos nos filmes de Lucas mas, quando essas cenas foram mostradas pela primeira vez, nem sequer cogitaríamos como um experimento possível. Hoje,  já é difícil imaginar um futuro em que essa tecnologia não exista.

Robôs-cirurgiões

Mais uma “previsão” de George Lucas sobre a robótica: o desenvolvimento de equipamentos dotados de inteligência artificial, capazes de executar tarefas de precisão que antes necessitavam de humanos. O criador de Star Wars não estava louco, afinal, os primeiros robôs capazes de ajudar médicos em cirurgias apareceram no anos 80, mas apenas em 2006 um equipamento com inteligência artificial realizou uma cirurgia sem nenhuma assistência humana pela primeira vez. Os resultados foram “melhores do que os de um cirurgião humano acima da média”.
Isso é o primeiro sinal de um futuro com as salas de cirurgia repletas  de droides. Mas, pensando bem, será que poderemos substituir todos os médicos humanos por robôs? Onde vamos encontrar aquele carinho e aconchego que os bons médicos precisam ter para nos confortar? Isso vai depender do desenvolvimento e da qualidade da inteligência artificial, por outro lado é bem possível que consigamos antropomorfizar robôs, até por que já fazemos isso com animais, brinquedos ou automóveis.
darth infograficoFonte | Super Interessante – A Ciência, a mitologia e a saga de Star Wars (Outubro de 2015)

Nenhum comentário:

Postar um comentário