Barra de vídeo

Loading...

sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Amor a Toda Prova (Crazy, Stupid, Love.)

por 

Todo filme que explora relacionamentos de maneira honesta são dignos de serem lembrados, pois convenhamos, este é um dos temas mais difíceis de se abordar. Falar intimamente dos problemas de um casamento de mais de 25 anos é algo que pode parecer enfadonho, mas em "Amor a Toda Prova" temos uma versão um pouco diferente dos fatos.

É óbvio que existe algo visivelmente pop neste longa, que pode ser caracterizado pelo personagem metrosexual Jacob (Ryan Gosling) e seus ensinamentos de como ser verdadeiramente um homem (algo que lembra "Hitch", só que bom), ou mesmo a personagem de Emma Stone, Hannah, linda e extremamente fora da realidade. Não é à toa que eles formam um dos casais do filme: são os queridinhos de Hollywood interpretando "Dirty Dance". Apesar de Gosling parecer um pouco deslocado na comédia em alguns momentos, a química entre os dois funciona perfeitamente, e o texto ajuda bastante para isso. 

Mas do outro lado da balança, do que tem mais peso, vemos Steve Carrell encarnando Cal Weaver, um recém divorciado (diga-se de passagem... traído) completamente sem chão. Carrell já impressionou como o personagem retraído de "O Virgem de 40 Anos", e aqui, entrega novamente uma análise psicológica completa de um pai de família fiel que vê sua vida virar de ponta cabeça. Mas ele tem a chance de dar a volta por cima, aprendendo como conquistar lindas mulheres e tudo mais. Só que adivinhe? Noitadas e farras não serão o bastante para este cara, que ainda está apaixonado pela mulher. 

O problema enfatizado pelo roteiro é que Weaver se perdeu como homem, ele já não sabia mais como se comportar de verdade diante de uma bela mulher, como a própria esposa Emily (interpretada pela sempre eficiente Julianne Moore).  Foi preciso uma verdadeira punhalada para que ele percebesse isso. 

Apesar de parecer, o filme não é tão óbvio, tem excelentes personagens, ótimos intérpretes, roteiro inteligente e histórias secundárias engraçadíssimas (como a do filho Robbie, e seu amor platônico que é puro sofrimento, um caso semelhante ao de sua babá Jéssica). "Amor a Toda Prova" faz rir e pensar, algo realmente interessante em uma comédia... romântica ainda por cima. Recomendado. 







Amor a Toda Prova/ Crazy, Stupid, Love.: Estados Unidos/ 2011/ 118 min/ Direção: Glenn Ficarra, John Requa/ Elenco: Steve Carrel, Ryan Gosling, Julianne Moore, Emma Stone, Analeigh Tipton, Jonah Bobo, Marisa Tomei, Kevin Bacon

Nenhum comentário:

Postar um comentário