Barra de vídeo

Loading...

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

15 clássicos livros de terror

Bom, o terror na literatura é um gênero muito decorrente e que agarra muitos fãs. Dentre os principais escritores que têm suas obras nessa atmosfera sombria, podemos destacar Stephen King (um dos grandes ainda vivos); Bram Stoker com o clássico Drácula; H. P. Lovecraft, que revolucionou o gênero e muitos outros. Eu fiz uma selação com 15 grandes livros de terror que você precisa conferir, se ainda não o fez. Dá uma olhada.

A Casa Sobre o Abismo – William Hope Hodgson

a casa sobre o abismo
Foi escrito em 1908 pelo britânico Willian Hope Hodgson. Embora essa obra não seja tão famosa como outras obras do gênero, serve de referência para todos os autores do terror e sobrenatural. O livro foi roteirizado como argumento inicial para a trama do filme de Sam Raimi “A Morte do Demônio” (The Evil Dead – 1981). Um diário descoberto por viajantes conta as desventuras do antigo proprietário da casa situada à beira do abismo: Lorde Gault, o recluso autor da narrativa original, sua irmã Mary e o cão Pepper mudam-se para uma estranha casa na Irlanda – que, nas superstições e folclores do povo de Kraighten, foi erigida com a ajuda do Demônio. Rodeada por jardins adornados com bizarras estátuas, construída à beira de um abismo e sobre uma caverna que parece não ter fim…

A Coisa – Stephen King

a coisa stephen
Foi em 1958, na pacata Derry, que eles aprenderam o real sentido de algumas palavras. Foi ao longo de junho de ’58, durante as férias escolares, que Bill, Richie, Stan, Mike, Eddie, Ben e Beverly descobriram o que significa amizade, amor, confiança e… medo. O mais profundo e tenebroso medo. Naquele verão, eles enfrentaram pela primeira vez a “Coisa” – um ser sobrenatural e maligno que deixa em Derry terríveis marcas de sangue. Quase trinta anos depois, eles voltam a se encontrar. Uma nova onda de terror avassala a pequena cidade e somente eles são capazes de enfrentar e vencer a Coisa. O tempo é curto. No entanto, eles vão até o fim, mesmo que isso signifique ultrapassar os próprios limites.

A Ilha do Dr. Moreau – Hebert G. Wells

a ilha do doutor morneau
À deriva, sem esperanças de sobreviver em alto mar, Charles Prendick é resgatado por um navio em missão das mais incomuns: levar a uma pequena ilha no Pacífico algumas espécies de animais selvagens. Ainda debilitado, Prendick é obrigado a desembarcar na ilha junto com o carregamento. Lá, ele conhece a figura do Dr. Moureau, um cientista que, exilado por suas pesquisas polêmicas na Inglaterra, realiza experimentos macabros com seus animais. Uma parábola sobre a teoria da evolução, também uma mordaz sátira social, “A ilha do Dr. Moreau” é um romance que, mais de cem anos após sua publicação original, permanece com a mesma força da surpresa e do horror.

Drácula – Bram Stoker

draculaDrácula é uma história de vampiros e lobisomens; de criaturas que estando mortas, permanecem vivas. É também uma história de pessoas corajosas que se lançam à destruição de uma insólita e maléfica ameaça. Como quer que seja, permanece intacta nestas páginas a mesma emoção de milhões de leitores e espectadores que penetraram na história que se inicia num castelo desolado nas sombrias florestas da Transilvânia. Lá, um jovem inglês é mantido em cativeiro à espera de um destino terrível. Longe dele, sua noiva bela e jovem é atacada por uma doença misteriosa que parece extrair o sangue de suas veias. Por trás de tudo, a força sinistra que ameaça suas vidas: Conde Drácula, o vampiro vindo do fundo dos séculos.

Entrevista Com o Vampiro – Anne Rice

anne rice
Estamos em uma pequena sala, face a face com o Vampiro, enquanto ele despeja a carga repugnante, erótica e mágica das confissões sobre os primeiros 200 anos de sua existência de morto-vivo.
Ele fala com simplicidade, tranqüila e delicadamente, da noite em que, sendo ainda herdeiro – jovem, educado e romântico – de uma grande fazenda na Louisiana, deixou a existência humana, conduzido pelo brilhante e sinistro Lestat, para a outra vida “sem fim”… aprendendo a se saciar, primeiro com o sangue dos galos e ratos capturados nas ruas devassas de Nova Orleans e, mais tarde, com o sangue de seres humanos.

Frankenstein – Mary Shelley

frankestein
Mary Shelley (1797-1851), mulher do poeta Percy Bysshe Shelley, escreveu Frankenstein para participar de um concurso de histórias de terror realizado na intimidade do castelo de Lord Byron. Mesmo competindo com grandes gênios da literatura universal, acabou redigindo esta que é uma das mais impressionantes histórias de horror de todos os tempo. A Brilhante história de horror, escrita com fervor quase alucinatório, Frankenstein representa um dos mais estranhos florescimentos da imaginação romântica. Frankenstein, de Mary Shelley, e Drácula, de Bram Stoker, são os dois maiores clássicos de terror da literatura em todos os tempos, também imortalizados no cinema através de várias adaptações.

Histórias – Alfred Hitchcock

alfred hitchcock historiasAntes de qualquer mal entendido vale deixar claro que esse não é um livro escrito por Alfred Hitchcock, mas um livro de contos de outros escritores que foram selecionados pelo mestre do suspense no cinema. Ou seja, contos que o diretor gostou e separou em um livro para os amantes do gênero.
Os autores desses contos não são muito conhecidos, mas conseguem proporcionar horas de muito entretenimento com suas histórias. Algumas delas nos fazem pensar, inclusive, no quão a natureza humana é obscura. Muitas das narrativas são policiais, mesmo as que não apresentam investigações, afinal, o crime está em todos os lugares.

Horror em Amityville – Jay Anson

horror em amityvilleEm 13 de novembro de 1974 a polícia do condado de Sufolk recebeu uma chamada telefônica que a levou ao endereço 112 Ocean Avenue, Amityville, Long Island. Dentro da casa a polícia encontrou um crime brutal: o assassinato de uma família inteira enquanto dormia. Poucos dias depois, Ronald Defeo Jr. admitiu que usou um rifle para matar os pais e seus 4 irmãos, alegando ter ouvido vozes que vinham de dentro da casa e que o influenciaram a cometer os crimes. Um ano depois George e Kathy se mudam com os filhos para a antiga casa dos Defeo. Não demora muito para que estranhos eventos comecem a acontecer, afetando a vida da família e indicando que uma presença maligna está oculta na casa.

O Exorcista – William Peter Blatty

o exorcistaUm enredo de policial: mortes e investigações se sucedem em crescente suspense. Uma história apavorante, que envolve uma mulher descasada, médicos, padres, policiais e uma menina de onze anos. A crueldade, a violência, as torpezas do sexo e as atitudes mais asquerosas explodirão nessa menina tomada por um fenômeno que provoca vergonha, nojo e pavor nas pessoas. Este livro e o filme dele decorrente suscitaram polêmicas que vão desde como a Igreja Católica considera o Demônio até a acusação de que o autor explorava “pornografia com criança” o que valeu quase um ano de interdição pela censura brasileira.


O Fantasma da Opera – Gaston Leroux

o fantasma da operaA obra de Gaston Leroux, tão famosa e diversas vezes adaptada ao teatro e para o cinema, é uma história envolvente de mistério e paixão.
Dentro da Ópera de Paris vive um desfigurado fantasma que, ao se apaixonar por uma jovem cantora, Christine Daaé, sai dos porões do teatro para transformá-la na nova estrela. Porém, ao ver que não é correspondido, o fantasma se enfurece, o que dá espaço para uma trama cheia de paixão obsessiva e ciúmes doentio.



O Golem – Gustav Meyrink

o golem
Uma obra que se destaca como uma primeira tentativa de projeção do mundo invisível dentro do mundo visível, que se destina a atingir a imaginação mais que o raciocínio.Os livro de Gustav Meyrink sempre mergulham num mundo invisível e se alimentam de teorias esotéricas. Estas teorias perturbam as pessoas não-iniciadas apesar de criarem um estado de alma benfazejo, de levarem a uma fase de calma e de sabedoria e de facilitarem o acesso àqueles níveis de conhecimento que permitem ao corpo e à alma mergulhar, harmonicamente, numa atmosfera metafísica e quase mística.

O Iluminado – Stephen King

o iluminadoO Overlook Hotel, no Colorado, era considerado o mais belo e luxuoso hotel de qualquer balneário do mundo. Durante a temporada de inverno, o estabelecimento permanece fechado, contudo, seu zelador era Jack Torrance, um escritor frustrado, ex-professor de inglês, alcoólatra e temperamental, para quem aquele emprego representava um novo caminho aberto à sua frente, a esperança de apagar seus insucessos passados. Sua mulher, Wendy, também via naquele refúgio no meio da neve a esperança de salvar um casamento que já lhe dera muitas experiências amargas. E há também Danny, o filho de cinco anos do casal. Abençoado – ou amaldiçoado – por poderes que lhe permitiam ver tanto o futuro quanto o passado e comunicar-se, independentemente da distância, com outros iluminados como ele.

O Medico e o Monstro – Robert Louis Stevenson

medico e monstroNeste livro, um fato inesperado altera o ritmo calmo das ruas de Londres – alguém abre a porta dos fundos da residência de Henry Jakyll. A partir desse momento, o cotidiano se confunde com o inexplicável, o secreto, o sobrenatural. Quem é o sinistro Edward Hyde, e o que o une ao respeitável Dr. Jekyll? Duas personalidades opostas disputam a alma de uma homem.




O Retrato de Dorian Gray – Oscar Wilde

o retrato de dorian grayAdaptação em português do clássico da literatura irlandesa, com linguagem acessível para o público jovem. Dorian Gray é um jovem belíssimo, que tem seu retrato pintado por Basil Hallward. O pintor apresenta Dorian ao Lorde Henry Wotton, que o faz tomar consciência de sua beleza e do valor de sua juventude e o inicia num mundo de vícios e desregramento. Apaixonado pela própria imagem e influenciado pelas palavras de Lorde Henry, Dorian deseja permanecer eternamente belo e jovem como no retrato. Misteriosamente, seu desejo é atendido. Conserva sua imagem jovem e inocente, enquanto o retrato muda, refletindo seu estado real de degeneração.


Nas Montanhas da Loucura – H. P. Lovecraft

nas montanhas da loucuraNas Montanhas da Loucura é uma das principais histórias de horror da língua inglesa escrita pelo eterno Howard Phillips Lovecraft. Descreve uma expedição à Antártida que acaba quando todos os membros de um grupo avançado de exploradores são misteriosamente mortos e o seu acampamento destroçado por aquilo que é, aparentemente, um ser vivo, terrestre (pelo menos deixa rastros), de grandes dimensões, improvável naquele lugar. Na sequência do desastre, dois homens embarcam num pequeno avião e vão tentar saber o que se passou.



Textos retirados do site Skoob

Nenhum comentário:

Postar um comentário