Barra de vídeo

Loading...

terça-feira, 13 de outubro de 2015

A caça pelo misterioso assassino de New Fiddleham de William Ritter (2015)


24
2015
Título: Jackaby - A caça pelo misterioso assassino de New Fiddleham
Autor: William Ritter
Ano: 2015
Número de Páginas: 256
Editora: Única

Sinopse: Abigail Rook deixou sua família na Inglaterra para encontrar uma vida mais empolgante além dos limites de seu lar. Entre caminhos e descaminhos, no gelado janeiro de 1892 ela desembarca na cidade de New Fiddleham. Tudo o que precisa é de um emprego de verdade, então, sua busca a leva diretamente para Jackaby, o estranho detetive que afirma ser capaz de identificar o sobrenatural.
Contratada como assistente, em seu primeiro dia de trabalho Abigail se vê no meio de um caso emocionante: um serial killer está à solta na cidade. A polícia está convencida de que se trata de um vilão comum, contudo, para Jackaby, o assassino com certeza não é uma criatura humana.
Será que Abigail conseguirá acompanhar os passos desse homem tão excêntrico? Ela finalmente encontrou a aventura com a qual tanto sonhara.
Prepare-se para desvendar este mistério!

“Eu sou um homem de razão e da ciência. Acredito no que vejo e posso provar, e o que vejo geralmente é difícil para os outros compreenderem. Até onde eu descobri, tenho um dom ímpar. Isso me permite ver a verdade quando os outros só enxergam ilusão. E há muitas ilusões, muitas máscaras e fachadas. Como dizem, o mundo todo é um palco e parece que eu tenho a única poltrona da casa, com vista para os bastidores.”

Resenha:
No inverno de 1892 chega a cidade de New Fiddleham, uma jovem, Abigail Rook.
Abigail é do tipo que não se importa com o que pensam, faz o que quer e bem entende (muito eu rsrs), ela saiu de casa em busca de uma grande aventura, e até o momento não teve sorte, muito pelo contrário, essa empreitada consumiu suas economias, agora ela precisa de comida e de um teto sob a cabeça, ou seja, um emprego.
Na primeira noite de sua chegada já se depara com R. F. Jackaby, um estranho que a parou, observou e parecia saber tudo sobre sua viagem, sem nem que ao menos ela lhe dissesse o nome.

Na manhã seguinte ela já se esquecera do estranho, e durante sua busca por emprego na cidade, ela acha algo que pode ser um emprego e uma aventura, ser assistente de um detetive particular.
Logo Abigail descobre que seu possível patrão é Jackaby, mas ele não é um detetive comum, Jack enxerga coisas que a maioria das pessoas não vê, ele vê atrás da "máscara" de criaturas sobrenaturais.
 - Bem, mas como se chama o que o senhor faz?
 - Eu chamo de raciocínio. Pensamento dedutivo. A ligação lógica de...
 - Não essa parte. Estou falando do outro lado...
 - Ah - ele assentiu. - O termo que uso é vidente. Não é um título perfeito. 
Antes mesmo de ser oficialmente contratada, ela acompanha Jack a uma cena de assassinato.
A polícia, principalmente o inspetor-chefe Marlowe, não são fãs dos métodos de Jackaby, mas são obrigados a admitir que ele já ajudou com casos estranhos. E esse não é um assassinato comum, já que além de brutal, boa parte do sangue da vítima parece ter sido levado.

Com a ajuda do detetive Charlie Cane eles começam a investigar, e descobrem o vizinho, Sr. Henderson, ele diz escutar uma lamúria constante, como se alguém chorasse constantemente em voz muito alta, e diz que esse choro aumentou perto do horário que o outro vizinho foi assassinado. No entanto ele é o único que escuta essa lamúria.
Eu me mexi no sofá até conseguir enxergar a senhora idosa por trás de Jackaby... Seus lábios eram grossos e retesados e tremeram ligeiramente, à medida que ela respirou fundo. Então, sua cabeça pendeu para trás e sua boca abriu, numa pantomima trágica de um grito. Meu peito apertou de compaixão pela pobre mulher torturada.
Pág.: 55 e 56
Nem Abigail e nem o detetive Cane entenderam aquela senhora, que apesar de não produzir som algum parecia estar sofrendo muito, com aqueles ataques intermináveis.
 - Ela não está tendo ataques, ela está lamuriando e irá parar esta noite, pois, até amanhã de manhã, o senhor Henderson estará morto. - A voz de Jackaby estava inexpressiva, exceto, talvez, pelo interesse que um botânico demostrasse quando discute sobre uma orquídea rara. - A senhora Morrigan é uma banshee.
Pág.: 57
E ele estava certo, apesar do "fofo" detetive Cane tentar impedir o Sr. Henderson acaba assassinado e outras mortes ainda virão.
Durante a investigação Abigail e Jackaby descobrem porque o primeiro homem foi assassinado, ele estava investigando outros assassinatos parecidos com o dele próprio (que irônico, não?!), e parece que o assassino não gostou muito disso. Sendo assim, parece que nossos protagonistas serão os próximos a serem caçados.

A história se desenrola em meio a reviravoltas e assassinatos, com a ajuda de Abigail Rook, um fantasma, um pato, um detetive atencioso, um inspetor mal humorado e um comissário descrente, ele irá desvendar o mistério e nos deixar com um gostinho de quero mais.

Jackaby é um livro maravilhoso, e gostaria muito de ler outras aventuras do nosso querido detetive e sua assistente rsrs

Nenhum comentário:

Postar um comentário