Barra de vídeo

Loading...

sábado, 12 de setembro de 2015

As Pedras Élficas de Shannara de Terry Brooks



ISBN: 978-85-67296-20-3
Série: Trilogia Shannara, vol. 2
Tradução: Ana Cristina Rodrigues
Ano: 2014
Páginas: 512
Editora: Saída de Emergência
Classificação: ♥♥♥ 
() Favoritado!
Um mal antigo ameaça os elfos: a árvore Ellcrys, criada por magia élfica perdida há milênios, está morrendo, colocando em risco o feitiço que mantém os demônios afastados do mundo. Jogar a sua semente no misterioso Fogossangue é a única forma de trazer a árvore de volta à vida e afastar os demônios. Amberle, uma jovem elfa, assume essa difícil missão. O caminho, no entanto, é perigoso, e ela vai precisar de um protetor. Wil Ohmsford, herdeiro da magia élfica de Shannara, é o escolhido para acompanhá-la. Mas o temível Ceifador já conseguiu se libertar, junto com dois aliados. Será que Wil conseguirá controlar a magia das misteriosas Pedras Élficas de Shannara para salvar as Quatro Terras? 

Se você ainda não leu A Espada de Shannara, o primeiro livro da trilogia, então faça-o, pois essa é uma das melhores séries de fantasia já escrita nos últimos 40 anos. Terry Brooks é um autor americano de fantasia que escreve principalmente fantasias épicas. Ele também adaptou dois filmes para livros, entre um deles A Ameaça Fantasma, primeiro episódio da saga Guerra nas Estrelas, de George Lucas. Vinte e dois de seus livros já estiveram na lista de bestsellers do The New York Times. Atualmente, já foram impressos mais de 21 milhões de cópias de sua obra total. Ele é um dos escritores mais vendidos no gênero fantasia, desde a década de 1970. Muitos escritores atuais do gênero aventura épica e fantasia se inspiraram nas obras de Terry Brooks. Os fãs de fantasia podem se rejubilar, pois terão a oportunidade de ter em mãos um dos melhores trabalhos do autor. 

Terry Brooks admite, no prefácio do livro:

"Até hoje, As Pedras Élficas permanece como meu livro favorito, mesmo que seja somente por ter trabalhado tanto para completá-lo."

As Pedras Élficas de Shannara foi publicado em 1982, cinco anos depois do lançamento do primeiro livro, A Espada de Shannara. Foi no final de 1978 que Brooks começou a rascunhar os primeiros passos para o segundo livro da saga do druída Allanon. Depois de muitos altos e baixos, lapidando a narrativa e a trama por quase cinco anos, Terry Brooks conseguiu criar uma obra espetacular. As Pedras Élficas de Shannara consegue superar o primeiro livro e se torna a marca de do autor, firmando-o como um dos autores de fantasia mais lido e admirado em todo mundo, depois de J.R.R. Tolkien

O primeiro livro já havia cativado o meu interesse pela escrita de Terry Brooks. Mas, agora, ele conseguiu se superar. Se no primeiro livro ele se inspirou muito na trilogia O Senhor dos Anéis, do qual sempre foi fã fervoroso, fato que lhe rendeu a alcunha de "o sucessor definitivo de Tolkien" - segundo críticos e fãs -, nesta segunda parte Brooks conseguiu desenvolver o seu próprio estilo e aprimorou o gênero fantasia, imprimindo nele a sua marca definitiva. Então, o que vamos encontrar de tão espetacular em As Pedras Élficas de Shannara? Simples, o que há de melhor no gênero fantasia. 

Passaram-se 50 anos desde os acontecimentos finais das aventuras vividas em A Espada de Shannara. Portanto, a maioria dos personagens que participaram da primeira trama, agora, ou estão mortos ou já se encontram velhos. E essa foi a forma, a meu ver, que o autor encontrou para se distanciar da narrativa que muitos apontavam como "inspirada" em O Senhor dos Anéis. Aqui, Brooks nos entrega uma narrativa original e inovadora, com personagens cativantes e inéditos, um enredo repleto de magia, ação, aventura, lutas épicas e romantismo; e o melhor do melhor, o druída Allanon - um personagem carismático, cheio de poderes e mistérios. 

Além de Allanon, também vamos nos deliciar com as aventuras de Wil Omsford  e Amberle Elessedil, a procura doSepulcro - perdido nas lendas élficas - e o Fogossangue, a última esperança da nação élfica; vamos sofrer e nos emocionar com Ander Elessedil Stee Jans enfrentando as ordas de demônios liderados pelo maléfico Dagda Mor, em batalhas dignas de um épico de Hollywood; nos encantarmos com Cephelo e Eretria, na companhia dosNômades - uma espécie de ciganos e ladrões -, com seus costumes e lendas místicas; ou nos aterrorizar com osassassinos demônios enviados por Dagda Mor para caçar Wil e Amberle, sendo o mais terrível deles um demônio chamado Ceifador: assassino impiedoso que age nas sombras. Outro personagem interessante é o velho Hebel e seu cão chamado Vagabundo, no Vasto Ermo, onde Wil e Amberle enfrentam um perigo mortal.
Se J.R.R. Tolkien é o pai do gênero fantasia, Terry Brooks é seu irmão caçula. 

Em As Pedras Élficas de Shannara a narrativa de Brooks está madura. Nela encontraremos ótimas descrições das locações onde se passam as tramas, com excelente caracterização das personagens, diálogos inteligentes - em alguns casos cômico e noutros dramático -, um compêndio histórico e bem detalhado sobre as origens, remontando às Guerras Antigas de bem antes do surgimento dos primeiros homens, batalhas narradas com muita ação, magia e dramaticidade. E também não faltam seres míticos, como dragõestrollsgnomosglobinsduendesanões,fantasmasferas demoníacas divindades. Enquanto Wil e Amberle correm contra o tempo para salvar a árvore sagrada Ellcrys de sua morte, enfrentando criaturas míticas e cruzando lugares tenebrosos, Allanon tenta unir os povos dos Quatro Reinos para enfrentar a invasão de demônios que ameaça a nação élfica. E o final, além de dramático, é muito emocionante. 

Adorei tanto esse livro que estou ansiosa pelo terceiro episódio da trilogia, que é: The Wishsong of Shannara - editado em originalmente 1985. Portanto, ler As Pedras Élficas de Shannara é penetrar num universo repleto do que há de mais rico e criativo no gênero fantasia. Considerando-se que As Pedras Élficas de Shannara já conta com 33 anos de vida, e ainda continua tão interessante quanto no dia do seu lançamento, não nos surpreende o fato de que o livro ainda continua sendo reeditado em todo o mundo e fazendo sucesso. Tamanho é o potencial datrilogia de Shannara que a MTV arrebatou da produtora Waner Brothers os direitos para produzir uma série televisiva no estilo de a Guerra dos Tronos, de George R.R. Martin – produzido e exibido pela HBO. Eu, particularmente, aguardo ansiosamente que isso aconteça. 

As capas dos livros, para essa edição brasileira, são primorosas; são as mais bonitas que já vi até agora no gênero. ASaída de Emergência acertou em cheio, fazendo um trabalho editorial digno de colecionadores. As Pedras Élficas de Shannara é um ótimo livro de fantasia, indispensável aos fãs do gênero e amantes de ação e aventura épica. Esse eu recomendo e coloco entre os meus favoritos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário