Barra de vídeo

Loading...

sábado, 12 de setembro de 2015

Critica do filme : TED 2

Ted foi sucesso absoluto de bilheteria, e ganhou uma sequência mais do que merecida. Dirigido pelo ator, comediante e cineasta Seth MacFarlane, criador da série Family Guy, Ted 2 retorna com o mesmo estilo, um filme com piadas obscenas e cenas sem sentido. O filme é original e criativo. A química entre o elenco é brilhante. Além de ter pouco orçamento, os efeitos visuais são impecáveis. A sequência é mais envolvente, mas não tão engraçada quanto o primeiro filme de 2012. Nesta sequência Ted entra em situações tão insanas que há um exagero no roteiro. É um filme “fantasioso”, não há como buscar coerência nessa história que tem como protagonista um bichinho de pelúcia falante e que anseia viver como um humano. São tantas bizarrices jogadas no roteiro que deixa o público perplexo com tamanha bobagem. Ted casa com sua colega de trabalho Tami-Lynn (Jessica Barth). O casal decide ter um bebê, e ao tentar adotar uma criança, ele tem a missão de ser legalmente reconhecido como ser humano e não como uma propriedade. Para tentar provar sua cidadania e ter seus direitos como cidadão, ele e John Bennet (Mark Wahlberg) contratam a talentosa advogada, mas inexperiente, Samantha L. Jackson, vivida por Amanda Seyfried. 
poltrona_ted2
  Nota-se que Amanda não é uma forte presença feminina nessa sequência ao contrário de Mila Kunis no primeiro filme. Mas não há como negar que Amanda é uma atriz multitalentosa, e criou uma interação diferente entre os personagens. Quanto ao ator Mark Wahlberg, desde que estrelou a comédia musical ‘Rockstar’(2001), tem mostrado que não se limita a papéis sérios, e sabe muito bem encarnar um personagem cômico. Nome de peso no cinema americano, Morgan Freeman fortalece o casting, ao interpretar o famoso advogado de direitos civis, Patrick Meighan. O seu personagem equilibra o modo rígido e cômico. Ele dará fim ao problema central da história, se Ted é apenas uma propriedade ou um humano. Seth MacFarlane tentou dar um tom sério ao filme ao abordar o assunto sobre direitos civis, o que acabou falhando.

 Há participações especiais, como a do ator Liam Neeson e a do jogador de futebol americano, Tom Brady, que são inusitadas e ao mesmo tempo hilariantes. Ted 2 é um filme completamente feito para os adultos. É cada vez mais frequente a produção de filmes de animação voltados para um público mais maduro. O filme também destaca ícones da cultura pop, e só quem passou dos 30 anos vai perceber as várias referências da década de 80, que são mostradas durante a história. Possivelmente Ted 2 consiga boa bilheteria, mas é difícil considera-lo como um bom filme. É uma ótima comédia, que consegue arrancar risadas, mas nem todas as piadas acertam. O tempo de duas horas de filme é completamente desnecessário. Talvez seja esse o grande erro na produção, que precisou “encher linguiça” com cenas inúteis. Se fosse um filme mais curto em torno de 90 minutos não haveria tantas imperfeições. Embora divida opiniões, não há dúvidas que Ted 2 mistura criatividade e humor. O filme não acrescenta muito, mas é uma boa opção para rir e relaxar com os amigos. 


FICHA TÉCNICA Lançamento: 27 de agosto de 2015 Gênero: Comédia País: EUA Direção, roteiro e produção: Seth MacFarlane Elenco: Mark Wahlberg, Seth MacFarlane, Amanda Seyfried, Jessica Barth, Giovanni Ribisi, Morgan Freeman, Sam J. Jones, Patrick Warburton e  Michael Dorn

Todos os direitos reservados por Blah Cultural 2014. Este texto está protegido contra cópias. Se deseja obter nossa matéria, entre em contato com nossa redação através do email: redacao@blahcultural.com ou contato@blahcultural.com.

Nenhum comentário:

Postar um comentário