Barra de vídeo

Loading...

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Filme : OS OUTROS CARAS – THE OTHER GUYS



- Vai devolver a minha arma?
- Não. Vou te dar um apito de estupro. Se estiver em perigo, você assopra e espera alguém com uma arma de verdade aparecer.

O filme começa com uma dupla de policiais em uma perseguição desenfreada. Eles dirigem a mil por hora sem nenhum preocupação com danos à propriedade ou mesmo com a vida de pessoas inocentes. Eles batem num ônibus e entram com o carro nele, mas isso não os impede. Basta irem para o volante do ônibus e continuar a perseguição com o carro engato na lateral. Não importa o que aconteça, os bandidos não vão conseguir escapar.
Eles não são considerados apenas policiais, são heróis e exemplos para qualquer outro policial. Esses, porém, não são a dupla protagonista do filme. Eles são interpretados por Samuel L. Jackson e Dwayne "The Rock" Johnson. Já Mark Whalberg e Will Ferrel são os outros caras. Aqueles que cuidam da burocracia para que os "grandes policais" possam continuar realizando seu bom trabalho.
Acontece que a dupla morre e cria um buraco no departamento. Quem poderá substituí-los? A fila não é tão grande assim, mas a verdade é que nenhum dos candidatos parece estar à altura. Nem os principais nem seus rivais.
O diretor Adam McKay aposta suas fichas no talento cômico de Ferrel, com quem já havia trabalhado em Quase irmãos e O âncora - a lenda de Ron Burgundy. Para contrastar, Whalberg está ao seu lado no "papel sério" do filme. A verdade é que o ator já tinha se saído muito bem no seu filme anterior onde fazia uma ponta na comédia Uma noite fora de série e já parece um tanto quanto à vontade em papéis desse porte.
A verdade é que os dois formam uma das piores duplas de policiais da polícia. Hoitz (Whalberg) só é conhecido por ter atirado em um jogador enquanto estava fazendo o policiamento no estádio. Gamble (Ferrel) era da contabilidade da polícia e somente atirou uma única vez na sua vida. Um tiro no teto da delegacia, fato que o fez perder o direito de usar uma arma de verdade. Hoitz quer resolver grandes casos para ganhar notoriedade, ser um dos caras, já Gamble quer resolver um estranho caso envolvendo fraudes. Ele sequer tem vontade de sair da sua mesa, quem dirá ir atrás de algum bandido de verdade. Sequer faz sentido também, afinal, como ele pode ser nessa dupla o homem a atrair as mulheres maismaravilhosas no filme?
O filme não chega a engatar realmente. Apesar das ótimas atuações de sua dupla, que geram algumas boas piadas (emespecial com as explosões de Whalberg), mas o filme nunca chega a ser realmente engraçado. Assim como o diretor falhou em fazer o mesmo com seus filme anteriores, onde damos algumas risadas amarelas mais por causa das atuações do que pelo próprio filme.
Para um filme de comédia, o diretor se prende demais ao invés de se soltar e curtir mais com as situações "macho man" tão peculiares nos filmes de ação policiais. A única parte que parece ser realmente descontraída é da dupla de Jackson e The Rock, mas pena que os dois tem pouquíssimo tempo em cena. Diverte um pouco, mas muito pouco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário