Barra de vídeo

Loading...

domingo, 6 de setembro de 2015

Proibido na Índia, “India's Daughter” será exibido em Campo Grande

O filme será exibido no MIS (Museu da Imagem e do Som)

  • A história de Jyoti foi notícia no mundo inteiro e causou uma onda de protestos sem precedentes na Índia (Divulgação)
  • Em 2013, Jyoti Singh, 23 anos, foi estuprada por cinco homens e um menino dentro de um ônibus que viajava pelas ruas de Nova Déli. A violência brutal chocou o mundo e fez explodir a ira das classes populares indianas. Este é o tema central do documentário India's Daughter (Filha da Índia), dirigido por Leslee Udwin, numa co-produção com a BBC, como parte das ações da iniciativa #QuantoCusta?, da campanha #PorSerMenina.

    O filme, que foi banido na Índia, chega ao Brasil através da ONG Plan International Brasil e será exibido em Campo Grande, no dia 22 de setembro, às 19 horas, no Museu da Imagem e do Som.

    A história de Jyoti foi notícia no mundo inteiro e causou uma onda de protestos sem precedentes na Índia e deu início a uma discussão sobre violência sexual e direitos das mulheres em diversos países. O filme gerou a comoção internacional, não só pelo crime hediondo, como pelas declarações de Mukesh Singh, um dos responsáveis pelo estupro, que culpabiliza a vítima pela violação.

    O objetivo da iniciativa #QuantoCusta é promover e qualificar o debate sobre esse tipo de crime, que é considerado um dos menos notificados no Brasil, apesar de a lei tratá-lo como hediondo. A mediação do debate será feita por Nilcieni Maciel, Alicinda Terena e Priscila Anzoategui.

    Diretora e produtora: Leslee Udwin
    Editora: Anuradha Singh
    Co-produtor: Dibang
    Produtor associado: Riddhi Jha e Frieda Pinto
    Produtor Executivo: Nick Fraser
    Trilha original: Krsna
     

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário